Alto Falante da Praça
Abel e Caim

Sentado à beira da cama
Pensando na vida com o rádio ligado
Naquilo tocou uma música
Que marcou demais meu distante passado
Era uma música linda
A mesma que um dia no interior
No alto falante da praça
Alguém me ofertava com prova de amor

Deus, meu Deus, traga pra junto de mim
Este alguém que me faz chorar que me faz sofrer tanto assim
Deus, meu Deus, tenha piedade de mim
Faça com que ela volte viver sem ela será o meu fim

Enquanto ouvia a música
Lembrei-me de tudo da vida passada
Lembrei da mocinha bonita
Que foi minha ingênua fiel namorada
Lembrei-me da última hora
Que eu vinha embora, então no jardim
Do alto falante da praça
A pedido dela tocou para mim