Samba Enredo 2005
G.R.C.S.E.S Acadêmicos do Tucuruvi

Samba, sombra e água fresca....cantareira o pulmão verde de são
Paulo

Levante as mãos pro céu,
Pode aplaudir,
Com o puro ar da cantareira
Lá vem minha tucuruvi

Verde que o bom deus abençoou,
Te quero ver,
Chega de destruição
Por que a devastação?
O índio pagou caro sem compreender,
A ganância dos reis do café,
Quase que consumiu, nosso gigante pulmão
Mas a natureza, fez prevalecer
A vida....se fez valer,
Neste recanto onde é lindo o alvorecer

Vem pro samba meu amor, (amor, amor)
Deixe o corpo balançar (vem zoar)
Hoje o couro vai comer,
Água fresca pra beber
E sombra para descansar.

Vem, conhecer a cantareira
Paraiso de encantos, tem cachoeiras
A fauna e a flora são lindas de ver
Um perfeito lugar pro lazer
Onde brotam rios de paz
Patrimonio da humanidade,
No verde cinturão desta cidade.
Fontes, que abastecem a população
Quero, sempre a sede saciar...
Mas olha o nível
Pra não faltar
É tempo de economizar...

Samba, sombra e água fresca....cantareira o pulmão verde de são
Paulo

Levante as mãos pro céu,
Pode aplaudir,
Com o puro ar da cantareira
Lá vem minha tucuruvi

Verde que o bom deus abençoou,
Te quero ver,
Chega de destruição
Por que a devastação?
O índio pagou caro sem compreender,
A ganância dos reis do café,
Quase que consumiu, nosso gigante pulmão
Mas a natureza, fez prevalecer
A vida....se fez valer,
Neste recanto onde é lindo o alvorecer

Vem pro samba meu amor, (amor, amor)
Deixe o corpo balançar (vem zoar)
Hoje o couro vai comer,
Água fresca pra beber
E sombra para descansar.

Vem, conhecer a cantareira
Paraiso de encantos, tem cachoeiras
A fauna e a flora são lindas de ver
Um perfeito lugar pro lazer
Onde brotam rios de paz
Patrimonio da humanidade,
No verde cinturão desta cidade.
Fontes, que abastecem a população
Quero, sempre a sede saciar...
Mas olha o nível
Pra não faltar
É tempo de economizar...