Casas Sobre Viadutos
Amado Batista

Tua casa sob viadutos
Não comôve mais olhos humanos
Tua dor virou uma piada
Nesta catedral de desenganos
Um gole de pinga não consegue te curar
Dessa dor tão grande que ninguém pode apagar

Vem me diz de uma vez
Quem fez isso a vocês
Quem trouxe a fome e levou todo o pão
Vem também sou infeliz
De ver tamanha dor
Debaixo desse céu azul do meu pais

No farol vermelho sobre a chuva
Ví a tua casa no relento
Olho para o prédio e pro homem
Qual dos dois é feito de cimento
Olhando de cima tudo é lindo de se vê
Mais aqui em baixo é guerra pra sobreviver

Vem me diz de uma vez
Quem fez isso a vocês
Quem trouxe a fome e levou todo o pão
Vem também sou infeliz
De ver tamanha dor
Debaixo desse céu azul do meu pais