Cuidado Menina
Amado Batista

Pobre menina
É uma pena você escolher um errado caminho
Pra seguir iludida com as coisas do mundo cão
Quando um dia o infortúnio bater sem ter dó em sua porta
Será tarde pra se arrepender
Ninguém vai nessa hora lhe dar a mão
Se você fosse alguém como eu quero
E andasse direito
Poderia ser minha mulher esquecendo o passado
No entanto o que você deseja é ser livre e volúvel
É de todos não ama ninguém
Esquecendo as voltas que o mundo dá

É inútil chegar pra você
E tentar dar conselhos
Para o seu bem
Cuidado menina cuidado
Seu fim poderá ser muito triste
Sem ninguém
É inútil chegar pra você
E tentar dar conselhos
Para o seu bem
Cuidado menina cuidado
Seu fim poderá ser muito triste
Sem ninguém