Num Conto de Fada
Amado Batista

Hoje eu vi o meu amor
Ela estava tão bonita
Tão bonita como flor
Mas ela insiste em não querer
Não querer o meu amor
Não querendo me perder

Como num conto de fada
Eu vi minha amada
Chorando por mim
Ao mesmo tempo dizia
Que ela me amava
Mas tinha que ir (BIS)

E eu fiquei aqui sozinho
Só pensando nas palavras
E ela disse ao sair
Que sofrendo feito louco
Porque não a impedia
Porque tinha que fugir