Oh! Deus
Amado Batista

Ele é bom, deu a vida
E o mundo entregou pra gente
Fez a terra, para o povo
Cultivar e plantar a semente

Mas o homem, não se lembra
E se esqueçe de agradeçer
É um milhão de alqueires à toa
E milhões sem ter o que comer

Oh! deus
Perdoi meus irmãos na terra
Eles vivem só de guerras
Todos estão a sofrer

Por isso eu peço
Encaricidamente aos homens
Vamos juntos dar as mãos
E repartir melhor o pão

Todo dia, me levanto
E agradeço tudo a você
Por mais um dia, que eu vivo
E por tudo que eu posso ver

Eu queria, que os homens
Se entendessem e vivessem em paz
Mas se um dia esse mal se acabar
Ele ainda vai nos perdoar