Que Saudade
Amado Batista

Guiando os bois sempre a cantar
Eu passava as noites junto ao luar
E aos domingos ia jogar bola
Com meus amigos e o meu irmão

E assim, era a vida
Que eu levava no sertão
Que saudade desse tempo
Dos meus pais e dos meus irmãos

Eu me lembro agora, quando eu estudava
Naquele ranchinho, lá onde eu morava
Eu também me lembro quando eu brincava
Com os meus brinquedos que eu mesmo fazia

E assim, era a vida
Que eu levava no sertão
Que saudade desse tempo
Dos meus pais e dos meus irmãos

E desde criança e eu meus irmãos
Sempre trabalhávamos junto com os meus pais
Estudar e trabalhar não mata ninguém
Só educa os filhos pra ir mais além

E assim, era a vida
Que eu levava no sertão
Que saudade desse tempo
Dos meus pais e dos meus irmãos

Hoje eles proíbem que menor trabalhe
Pra virar bandido ou um zé ninguém
E os adolescentes não respondem crimes
Mas podem votar até presidente

E é assim hoje em dia
Infelizmente em nosso país
Mas quero pedir a todo congresso
Se ama o país, mude a lei eu peço