Bandeyra
Angela Rô Rô

O meu cavalinho pequeno
Gatinho malandro
Podia ter sido você
Agora, meu Sergio querido
És mais um amigo
No plano astral, podes crer

Agora, não faças façanhas
Senao tu me ganhas
Mais cedo que o meu coração
A transa será mesmo a mesma:
No copo a cerveja
Na alma a mesma canção

Bandeira de paz na lua
Bandeira fincada no meio da rua
Bandeira de quem morreu
De viver de amor de viver