Devoção
Angela Rô Rô

Sempre é hora de brotar canções
Confessar paixões exiladas...
Todo o tempo é tempo de amigos
Construir amigos além da visão
Todo o dia nova fantasia
O real que cria sonho e ilusão
Devoção de um poeta e louco
Que não abre concessão