Gata, Moleque, Ninfa
Angela Rô Rô

Gata, moleque, ninfa
Gata, moleque, ninfa
Mina boa de chinfra
Que tem a mesma cor
De um luar minguante
Mercúrio flamejante
É frio o teu ardor

Vou ter compreensão, soltar você da mão
Onde nunca pousou o teu coração

Gata nova não para
Me arranhou a cara
E meu sujou o chão
Moleque atrevidinho
Me deu um sorrisinho
E me deixou na mão

Vou ter compreensão, soltar você da mão
Onde nunca pousou o teu coração

Ninfa boa de chinfra
Filha do Papa Bórgia
Retorna a tua corja
Não beberei teu vinho
Cheio de veneninho
Nem teu carinho, vou ter mais

Vou ter mais paciência, o amor é experiência
E de cobaia cansei de me imolar
Vou ter compreensão, soltar você da mão
Onde nunca pousou o teu coração

Gata, moleque, ninfa...
Não beberei teu vinho...