Me Acalmo Danando
Angela Rô Rô

Eu é que fico a dizer e você não diz nada
Eu é que fico a sorrir e a fazer palhaçada
Como é triste beijar sem ser beijada
Como é duro amar sem ser amada

Meu tormento não passa e você adiando
É o mar que me traga, é o barco afundando
É a ilha deserta que eu chego atracando
Ilusão e quimera de alguém se salvando

Eu que suporto e reclamo, lhe afasto e me chamo
Eu a saída da entrada por baixo do pano
Ser o excesso de brilho acaba ofuscando
Mas ser o início da era acaba matando

Sua presença destrói todos meus desenganos
Minha ausência causou-lhe uma série de danos
Tento provar o contrário e adormeço errando
Amo somente um vazio e me acalmo danando
Amo somente um vazio e me acalmo danando

Sua presença destrói todos meus desenganos
Minha ausência causou-lhe uma série de danos
Tento provar o contrário e adormeço errando
Amo somente um vazio e me acalmo danando
Amo somente um vazio e me acalmo danando