Vou Por Aí
Angela Rô Rô

É, eu vou por aí
Sem ter onde ir
Sem você mais nada
A coisa ficou sem graça demais
Se eu for lhe dizer
Você vai saber
E aí então
Vou sofrer
Sem saber
A razão da paixão
Ter sido cruel
Pintando de mel essa amargura
Levando de mim a essência mais pura
Não vou me perder
Nem me afobar
Tentando fazer você voltar
Não vou beber
Até me afogar
Vou por aí esvaziar