Essa diaba
Ary Barroso

Sambar é bom
Com você mais ninguém
Você, você
Há certo gostinho diferente
Eu sei porque
Você, você
Quem quiser saber o que a morena tem
Sobe o morro e fica apreciando bem
Olha essa diaba
Que treme o corpo todo
Corpo com cheirinho de mangaba
E depois me diz se vale ou não
Sambar com o coração
É no mole-mole dos quadris
Que essa diaba vai botando toda gente
Atrapalhado, enfeitiçado, anarquizado... tem dó
De mim tem dó...
Fui à Mangueira e não volto lá mais
Nunca mais...
Dessa diaba eu só quero paz
Meu Deus do Céu, como é que tem assim não vi ninguém
Quando a madrugada despertava
A turma toda inda sambava
O pau comeu num bate-fundo
Que no fundo só me trouxe agonia...
Muita agonia...
Pois a diaba sozinha topou a parada
E no final descambou pro meu lado
Eu que estava atordoado, embasbacado
Despertei e daí
Fui pro samba e sambei
E sambei... e sambei...

12644


Ficha técnica da faixa
Regência: Ary Barroso
Orquestra
Voz: Ernani Filho

[ Samba - intérprete Ary Barroso e Ernani Filho com Orquestra - Odeon 14.359A ]