Quero dizer-te adeus
Ary Barroso

Quero dizer-te adeus
De forma singular
Cantando a nossa valsa
Sem chorar
Quero dizer-te adeus
Pois vou partir, amor
Sem mágoa e sem rancor
Dos falsos beijos teus
Quero deixar-te assim
Sem atribulações
Pra que longe de mim
Não tenhas ilusões
O nosso amor morreu
E o culpado não fui eu
Foi a sorte
Foi a vida querida
Sonhei, confesso
Castelos de ouro e luz
Mansão de mil venturas
Para nós dois
Porém, no mundo os namorados
Não contam com as surpresas
Que vêm depois
Depois, depois amor
A tempestade veio e tudo carregou
Até a saudade
Quero dizer-te adeus
De forma singular
Cantando a nossa valsa
Sem chorar

S 052527


Ficha técnica da faixa
Voz: Orlando Silva

[ Valsa - Victor 34.947B - Intérprete Orlando Silva com Orquestra ]