Coitada De Mim
As Mineirinhas

Não, eu não eu não consigo tirar do meu peito
A marca que ele deixou,
Sofro e não é direito,
Ele foi cruel ele me enganou.

Me fez até um juramento,
Eu acreditava que fosse verdade,
Brincou com o meu sentimento,
Eu fui o alvo da sua maldade.

Coitada de mim,
Que sonhava delícias
De um mundo de amor,
Acabei caindo num mundo de dor,
Eu não merecia ser tratada assim.

Coitada de mim,
Vou levando a marca no meu coração,
O pior de tudo é a sensação
Que trago comigo essa
Pena de mim.

Não, eu não entendo sua atitude,
Com amor não se deve brincar,
Peço a Deus que me ajude
E que me de forças pra me levantar,
Preciso encontrar meu caminho
Quem sabe um amor de verdade,
Que tenha ternura e carinho
E no coração não exista maldade.