Canção Ao Pescador
Aviões do Forró

Jogou sua rede
Oh, pescador!
Se encantou com a beleza
Desse lindo mar
Dois de fevereiro
É dia de iemanjá
Levo-te oferendas
Para lhe ofertar

E sem idolatria
Olodum seguirá
E sem idolatria
Olodum seguirá
Como dizia caymmi
Insigne o homem
Cantando a encantar
Minha jangada vai sair pro mar
Vou trabalhar meu bem querer

Sei que o mar da história é agitado
E o olodum a onda que virá
Em forma de dilúvio
Vem me despertar, amor
Em forma de dilúvio vem exterminar
Vem trazendo ideais de amor e paz
Com sequelas racistas
Vem trazendo ideias

Oloxum, inaê, janaína
Mara, mara, mara, marabô
Caiala, sobá
Viaja, ê
Se baila
Me leva, olodum, nessa onda
Que eu quero ir (pro mar)

Se Deus quiser
Quando eu voltar pro mar
Um peixe bom eu vou trazer
Meus companheiros
Também vão voltar
E a Deus do céu vamos agradecer