Sabe de Nada Inocente
Aviões do Forró

Meu nome é doce, doce, doce, doce
Porque ele não sai da sua boca
Você devia ter vergonha nessa cara
De papo, de inventar essa conversa louca

Fala de mim, diz que eu tô mal
Que tá com pena e coisa e tal
Diz que eu vivo em casa sofrendo
Lembrando da gente, chorando, sofrendo
Roendo, querendo voltar.

Você diz que eu tô chorando
Tô sofrendo, tô carente
Sabe de nada inocente.
Eu tô na farra, tô de boa
E não lembro mais da gente
Sabe de nada inocente.