Acontecência
Boca Livre

Acorda ligeira e vem olhar que lindo
Sobre o morro só se debruçar
Leite novo, espuma dessa ma..dru..ga..da
Pa..ssarada vim te despertar

Tantos pés descalços, posso ver meninos
A correr na direção do dia
Banho de açude alegre e lava o corpo
Fruta fresca é pra te alimentar

Acorda ligeira e vem ver que bonito
Pelo pasto solta a va....caria
Na barra da serra gavião campeiro
Vem primeiro vento costurar

Tantos pés descalços posso ver libertos
À correr na direção do dia
Chuva desce pra regar a terra
Engravidar sementes
Fruta se tornar