Apaziguar / Credo Em Cruz / Ave-Maria / Pra lá Que Eu Vou
Bruno e Marrone

Outra vez nós dois brigamos
Outra vez nos machucamos sem ninguém pra apaziguar
Coração se arrependeu dóI o meu e dóI o seu
Sem ninguém pra apaziguar
Você manda um amigo pra tentar falar comigo
Ta sofrendo e quer perdão
Também fico atrás dos outros
Procurando feito louco nossa reconciliação

Apaziguar, não tem ninguém pra apaziguar
Dois malucos pra amar mas com frescura pra dizer
Apaziguar, não tem ninguém pra apaziguar
Enquanto a gente não voltar chora eu, chora você

Apaziguar, não tem ninguém pra apaziguar
Dois malucos pra amar mas com frescura pra dizer
Apaziguar, não tem ninguém pra apaziguar
Enquanto a gente não voltar chora eu, chora você

Desce uma geladinha
Que hoje eu vou perder a linha
Vou beber até amanhecer

Meu amor me deu um fora
Me xingou, mandou embora
E diz que não quer mais me ver

Eu tô perdido
Eu só fico andando a esmo
Se não tem traz pinga mesmo
Que amanhã é outro dia

Não acredito que ela nunca mais me quer
Se eu perder essa mulher
Credo em cruz, ave-maria

Eu vou cantar
Pra ver se minha vida muda
Se eu errar alguém me ajuda
Na letra ou na melodia

Eu vou beber até não parar em pé
Se eu perder essa mulher
Credo em cruz, ave-maria

Deixa no jeito a cerveja geladinha
De garrafa ou de latinha
Chame a turma da vizinha avisa lá que eu vou

O meu carrão vai voando
Pela estrada vai rasgando a madrugada
Avisa logo a mulherada que é pra lá que eu vou

Ponha sal grosso na picanha maturada
Chame a rapaziada pra jogar uma pelada
Avisa lá que eu vou

Eu to xonado coração ta de bandeja
Tomo pinga com cerveja ouvindo moda sertaneja
E é pra lá que eu vou

É pra lá que eu vou, é pra lá que eu vou
Tem picanha tem gatinha a mulherada ta na minha
E é pra lá que vou
É pra lá que eu vou, é pra lá que eu vou
Tomar uma com limão pra matar a solidão
E é pra lá que eu vou