Cerveja No Gogó
Bruno e Marrone

Eu era frio, triste, chato minha vida era ver televisão
Tomando suco no sofá da sala com pipoca na mão
Garota, grana, amigos eu não tinha em lugar nenhum
Cerveja, uísque eu não bebia um gole por dinheiro nenhum

Até que um dia alguém me ofereceu eu esperimentei.....gostei

Eu conheci a cerveja e nunca imaginei
Que um dia eu fosse mudar o quanto eu mudei
Cerveja todo dia, tudo alegria como sempre sonhei
E eu conheci a cerveja e a galera me chama
De segunda a segunda festa rock bacana
E por onde quer que eu vá, rodeio, festa ou forro, cerveja no gogó.