Belina Azul
Calango Aceso

Sai de casa na minha Belina azul e fui para a
zona sul com o meu amor encontrar
Levei bebida, camisinha e cigarro, botei a
mulher no carro e sai para farrear
Minha mulher estava numa esquina, avistou
minha Belina e começou a acenar
Muito nervoso eu fiquei naquele instante, vinha
vinha com a minha amante, não podia parar
Fiz muito amor, fumei e bebi bastante, depois
levei minha amante de novo a seu ambiente
Voltei pra casa, com jeito de quem se atraso e
quando cheguei em casa, a mulher estava
valente

Irresponsável, isso é hora de chegar, eu devia
era deixar você do lado de fora
Minha querida, deu o prego na Belina, eu tava
na oficina, sai de lá agora
Eu vi você passando no quarteirão, eu acenei
com a mão, você pra mim nem ligou
Nosa Belina, ela tem vidro fumê, eu não avistei
você, nem você me avistou
Tá muito bem, você teve muita sorte que de
vidro de transporte eu não tô sabendo nada
Chegue pra perto, me abrace, por favor cale a
boca meu amor, que eu não gosto de zoada