No Fundo do Poço
Calango Aceso

Quantas noites mal dormidas já passei
Por ter embarcado como eu embarquei
Nas suas loucuras de amor proibido
Distrui meu casamento pouco a pouco
Agora me vejo no fundo do poço
Querendo di volta um passado feliz
Se arrependimento matasse
Eu já estaria morto
Tudo em minha vida um mundo tão torto
E agora o desgosto toma conta de mim
E sempre assim
Quem planta vento colhe tempestade
Estou nos braços da infelicidade
Querendo de volta tudo que perdi]
Diga que tudo que agente transou foi tudo mentira que alguém inventou
Talvez no seu caso
Não deu certo
E siga buscando uma nova paixão
E não destrua uma relação
Pra felicidade reinar por completo
2X