Bebida Danada
Calcinha Preta

Ai, ai, ai, ai
Ai, ai, ai, ai

Num baile de forró
Me chamou pra dançar
Depois de um bom papo
Começamos namorar
Tomei uma bebida
E a danada me pegou
Acordei assustada
Meu Deus onde é que eu tô

Num quarto de motel
Um oásis de amor
A tal felicidade
Parece que chegou
A minha danadinha
Não queria mais parar
Regando a minha flor
Gritei de tanto amar

Ai, ai, ai, ai
Ai, ai, ai, ai