A Revolução
Catedral

Vamos acabar com a hipocrisia
E aprender a dividir o pão
Viver com a verdade sem mentiras
Se resolver e esquecer a solidão
Varrer as ruas de toda maldade
Sonhar a cada instante
Esquecer a realidade
Construiremos uma nova realidade
Com igualdade e liberdade
Não vamos construir mais templos ricos
Deixar as crianças morrerem de fome
Se preocupar com o ouro e granito
Enquento o mais próximo não come
O maior pecado cometemos todo o dia
O da inconveniência e da indecência
De fazer nada vezes nada...

Vamos decretar a revolução

E vamos dar terra a quem precisa
Sem se enganar com quem explora
A idéia da terra pela idéia do poder
A idéia da terra para alguém se eleger
Nos aposentaremos aos sessenta
Pois com cinquenta seremos vagabundos
Vagabundos no batente desde os quinze
Num país que é nossa pátria mãe gentil
Viva os deputados do congresso
E a exploração católica da pobreza
Viva a utopia mãe gentil
Viva o Brasil
A revolução da palavra
Pela palavra de Deus
A revolução do amor ao próximo
E do amor a Deus acima de todas as coisas.