Amanhã
Catedral

Amanhã vou perguntar
Sempre tive essa vontade
De saber qual o porquê
De não tentar abranger
A razão de uma saudade

Amanhã vou ver o mar
Ele sempre me acalma
Ondas fazem me lembrar
Que a vida é circular
Elas lêem minha alma

Quero te amar cada minuto que eu viver
Sua poesia mudou o meu ser
E esse sentimento ninguém pode assolar
Ele renascerá a cada amanhecer

Amanhã vou te encontrar
Mesmo estando tão presente
Meu silêncio vai dizer
Aos teus olhos um querer
A simples palavra sempre!