Medley - Dona do Meu Coração - Tchau - Ela e o Castelo
Catedral

Para, fala, vai, confessa
Que esse amor é algo tão incontrolável
Não tem fim
Ele é assim

Chega forte, invade, arde, soma, surpreende
Porque simplesmente é o melhor
Já sei de cor
Você é meu bem querer, amo tanto amar você
Eu não sei viver sem ter você aqui

Não tem segredo esse papo de ter medo
É apenas um motivo pra começar uma discussão
Chega mais perto, fico louco com teu jeito
Com você tudo é perfeito
Lua cheia na escuridão
Dona do meu coração, dona do meu coração
Dona do meu coração, dona do meu coração

Me cansei dos teus desenganos
Não entendo a tua fala
Nossa casa está vazia
Hoje a noite é o meu dia
Nossa vida virou novela
E eu não sou nenhum personagem
Que se enquadre em teus delírios
Quero andar nas ruas e sentir frio
No calor quero estar sozinho

Me cansei das tuas mentiras
Eu não quero esse dia a dia
Não consigo fazer promessas
Tenho apenas o que me resta
O teu jeito não me abala
Não me sinto bem no teu jogo
Vou voar mais alto que as nuvens
Entender de vez esse meu vazio
Te encontrar pra não ser sozinho

Tudo é sempre a mesma coisa, o mesmo jeito, toda vez
Tudo é muito relativo e a distância já nos fez
Somos serra e litoral
Nosso final é simples: Tchau!

Tudo é sempre a mesma coisa, o mesmo jeito, toda vez
Tudo é muito relativo e a distância já nos fez
Somos serra e litoral
Nosso final é simples: Tchau!
Nosso final é simples: Tchau!
Nosso final é simples: Tchau!

Ela vem com flores nas mãos
Ela tem esmeraldas no olhar
Ela sabe o que quer, e como conseguir
E a todos sabe encantar
Tem um sorriso incomum
E sabe que é capaz de seduzir e enganar

Na areia eu fiz um castelo de sonhos para o meu amor
Da areia eu vi meu castelo ruir depois de um vendaval
Estou tão só

Ela entende o que nunca falei
Ela sabe o que existe em mim
E ela vem de um lugar que nunca conheci, mas juro que já estive lá
Ela é o meu amor, e eu nunca imaginei que poderia encontrar

Na areia eu fiz um castelo de sonhos para o meu amor
Da areia eu vi meu castelo ruir depois de um vendaval
Estou tão só