Não Há Nada
Catedral

Eu avistei uma caixa numa embalagem feia
E pessoas passavam sem a querer tocar
Dentro dela morava toda a felicidade que se pode encontrar

Eu subi nessa montanha pra avistar mais de perto
Esse céu que é brilhante que me faz meditar
A lógica que nunca conseguimos ao certo nem mesmo enxergar

Essa loucura intrínseca do absurdo
Ouço a noite que é necessário amar
E quais serão os próximos capítulos
De nossas vidas

Não há nada
Que me possa impedir
Nas palavras
Do amor que eu guardei em mim
Me fizeram o que sou em fim
Sem fim

Não há nada
Que me faça desisti
Dos momentos
Toda a alegria que vivi
Permanece então fica em mim
Sem fim
Em mim