Abra Aí
Claudia Leitte

Abra aí
A porta que eu quero entrar
Conte aí o que você tem pra me falar
São coisas de amor
Eu digo sim
Coisas do prazer
Eu quero sim
Sua luz tão clara ofuscando o anoitecer
Sua forma rara como um anjo a aparecer
Coisas de amor

Abra aí a porta do coração
Estenda aí o braço e aperte a minha mão
Espero merecer
Esse aperto, sim
Ouvir de você
Teu sonoro sim
Tudo ficou claro, como um lindo amanhecer
Tudo ficou raro
Sinto falta de você
Coisas de amor