Meu Servo Não Temas
Cristina Mel

Se derrepente o mal te atacar
e o temporal se levantar
e o inferno inteiro te cercar
não temas, não temas
Se o tentador te perseguir
furioso pra te destruir
e na frente o mar não quer se abrir
não temas, não temas

Não temas pois Eu sou o teu guardião
Meus olhos todo tempo em ti estão
Tua vitória está em minhas mãos
Não temas!

REFRÃO

Eu sou o teu libertador, Não temas!
O teu escudo protetor, Não temas!
Te tomo pela tua mão, Não temas!
E te dou minha proteção, Não temas!

Eu faço esse mar se abrir, Não temas!
e esse paredão cair, Não temas!
pelejo ao redor de ti, Não temas!
Confia tão somente em mim, Não temas!

Estou na luta com você, Não temas!
Meu fogo pa te proteger, Não temas!
Não temas que eu te dou poder não temas
Meu Servo Não Temas...

II

Se o inimigo ruge ao redor
e faz ameaças contra ti
querendo te fazer desistir
Não temas, não temas!
Lute na unção do meu poder
que eu te darei forças pra vencer
venha sobre ti o que vier
não temas, não temas!

Não temas pois Eu sou o teu guardião
Meus olhos todo tempo em ti estão
Tua vitória está em minhas mãos
Não temas!