Muito Em Breve
Cristina Mel

Fui multada ao estacionar.
Muitas contas a pagar
O dia não tem fim,
O dinheiro nunca dá,
E o chefe a reclamar.
Que dia infeliz!

As esperanças para viver;
Me conheces muito bem e
Eu sei que tudo é passageiro.
Sei que muito em breve o Pai
Eu verei, sinto o seu calor.
Sei que muito em breve
No lar eterno estarei.
Estou aqui só para adorá-Lo,
Isso tudo em breve passará.

Sua carta me falou
Fez lembrar tudo que sou
E tudo que há de vir
Como pude me esquecer,
Me deixar aborrecer,
É fácil desistir...
Em meio à noite eu acordei,
Sua palavra então busquei,
Outra carta pude ler,
Ela me falou da sua promessa.

Que difíceis são uma prova de fé;
Prosseguir ou desistir?
Mas para o topo da montanha
Chegar vale a pena esperar.