Senhor da Tempestade
Cristina Mel

Já era tarde, a noite o céu dominou
No barco jesus e os discípulos
Em alto mar estavam, quando tudo começou
O mestre havia adormecido
Uma tempestade furiosa se levanta
Fazendo o barco todo estremecer
Ondas gigantes se aproximam
O mar revolto em direção ao barco avança
Todos pensaram: - vamos perecer!
Então a cristo ele desafiam:
- mestre não te importa que pereçamos?!
E despertando o mestre, suas mãos levantou
Repreendeu ao vento e ao mar ordenou:
- cala-te, aquieta-te, pois da tempestade eu sou o senhor!

Jeová, senhor da tempestade
Faz parar o vento, tu tens autoridade
Faz o impossível e acalma o mar
Dissolve as ondas, podes ordenar
Faz nos dá bonança e dissipa as trevas
Aviva a esperança e restaura a fé
Tua voz tem o poder
Ordene a tempestade irá te obedecer!

Aleluia (o senhor da tempestade está no mar)
Aleluia (o vento e o mar não podem resistir ao seu mandar)
Aleluia (aquieta-se as águas e pare o vendaval)
Aleluia (o senhor está entre nós!)
Aleluia...