Adoremos
Damares

Seu nome é leão da tribo de judá
Ele é o rei que eternamente reinará
Ele é o filho de davi, é a semente de jessé
Antes que houvesse céus e terra ele é

Adoremos, adoremos ao cordeiro que foi morto e reviveu
Adoremos, adoremos ao leão que até a morte já venceu
Adoremos, adoremos ao cordeiro que foi morto e reviveu
Adoremos, adoremos ao leão que até a morte já venceu

Todos os joelhos se dobrará, e toda a língua confessará
Pois todo o olho irá contemplar quando as marcas em suas mãos ele então mostrar

Adoremos, adoremos ao cordeiro que foi morto e reviveu
Adoremos, adoremos ao leão que até a morte já venceu
Adoremos, adoremos ao cordeiro que foi morto e reviveu
Adoremos, adoremos ao leão que até a morte já venceu

E o povo que o rejeitou um dia a ele clamará
Pois todo o israel diante dele então se prostrará
Quando não houver mais ida eles vão reconhecer
No santo monte das oliveiras o nazareno vai descer

Adoremos, adoremos ao cordeiro que foi morto e reviveu
Adoremos, adoremos ao leão que até a morte já venceu
Adoremos, adoremos ao cordeiro que foi morto e reviveu
Adoremos, adoremos ao leão que até a morte já venceu

Pai da eternidade, príncipe da paz
Vive para sempre jamais morrerá, jamais falhará