Ela chegou
Durval Neto

Ela chegou (Durval Neto)

Ela chegou, ela chegou de mansinho, abraçou pediu beijinho que sufoco eu passei
Ela chegou, ela chegou de mansinho, implorando meu carinho, é a mulher que mais amei

Há muitos anos ela me deixou, fiquei na fossa e por outro me trocou
Aborrecida passou fome, passou frio, meu coração para ela não se abriu
Aborrecida passou fome, passou frio, meu coração para ela não se abriu

Ela chegou, ela chegou de mansinho, abraçou pediu beijinho que sufoco eu passei
Ela chegou, ela chegou de mansinho, implorando meu carinho, é a mulher que mais amei

Ela me disse que voltou pra ficar, só que agora tem outra em seu lugar
Diz que aceita ser amante, ser a outra, amor igual ao meu é impossível encontrar
Diz que aceita ser amante, ser a outra, amor igual ao meu é impossível encontrar

Ela chegou, ela chegou de mansinho, abraçou pediu beijinho que sufoco eu passei
Ela chegou, ela chegou de mansinho, implorando meu carinho, é a mulher que mais amei

Ela me disse o que eu faço ninguém faz, sou carinhoso, atencioso e muito mais
Que meu amor chega quente e sai fervendo, somente em meus braços, que ela se sente em paz
Que meu amor chega quente e sai fervendo, somente em meus braços, que ela se sente em paz

Ela chegou, ela chegou de mansinho, abraçou pediu beijinho que sufoco eu passei
Ela chegou, ela chegou de mansinho, implorando meu carinho, é a mulher que mais amei

É a mulher que mais amei, é a mulher que mais amei, é a mulher que mais amei