Corre Lá Pro Cabaré
Eduardo Costa

Se a caso você queira
Eeconquistar o seu amor
Se a saudade lhe tortura
Ligue pra a floricultura
E mande a ela uma flor
Mande uma tele mensagem
E uma carta apaixonada
Corte o nó que não desata
E faça uma serenata em uma noite enluarada

Cante uma cançao bem linda
Ponteio o seu violão
Bem de baixo da janela
Cantantando conte pra ela, seu amor, sua paixão
Mas se tudo nao der certo
Desabafe esse sufoco

Largue desse mela mela
Mete o pé na bunda dela
Manda ela ranca toco

Se ela não quer
Vai dançar arrasta pé
Lá ta cheio de mulher, lá ta cheio de mulher
Não chore não
Largue desse lenga lenga
Corre lá pro cabaré
Que lá ta cheio de pinga