Dor de Amor
Eduardo Costa

Eu te quero como o rio quer o mar
Te desejo muito mais que o próprio ar
Eu te venero, te quero

Toda noite eu te espero como um louco
Coração bate apressado e que sufoco
Eu choro... eu choro

Isso não é uma declaração de amor
Só estou te confessando a minha dor
A minha dor, a minha dor
Dor de amor

Seu amor pra mim é uma necessidade
Não entendo porque tanta crueldade comigo
O amor que eu te dei foi tudo em vão
E hoje vejo que você foi ilusão
Apesar de te amar, sei que posso suportar a solidão

Eu te quero, como o rio quer o mar
Te desejo, muito mais que o próprio ar
Eu te venero, te quero

Toda noite eu te espero como um louco
Coração bate apressado e que sufoco
Eu choro... eu choro

Isso não é uma declaração de amor
Só estou te confessando a minha dor
A minha dor, a minha dor
Dor de amor

Seu amor pra mim é uma necessidade
Não entendo porque tanta crueldade comigo
O amor que eu te dei foi tudo em vão
E hoje vejo que você foi ilusão
Apesar de te amar, sei que posso suportar a solidão...

Seu amor pra mim é uma necessidade
Não entendo porque, tanta crueldade comigo
O amor que eu te dei foi tudo em vão
E hoje vejo que você foi ilusão
Apesar de te amar, sei que posso suportar a solidão
A solidão