O Mestre Vem Aí
Eliane Fernandes

Veja Marta, nosso irmão
Doente a muitos dias e não temos solução
Já mandei recado pro Mestre vir aqui
Sei que Ele chegando vamos voltar a sorrir

Ei Maria, corre lá
Nosso mano faleceu impossível aceitar
Marta se controla é só eu e você
O jeito é sepultar, nada podemos fazer

Após o sepultamento de Lázaro
Marta e Maria inconformadas com a situação
Sofriam com a ausência de um amigo
Choravam a morte de um irmão
e agora o que fazer?

Os dias se passaram o luto continua
Mas tem algo estranho, alvoroço lá na rua
O Mestre esta vindo rompendo a multidão

Ao consolar as duas também chorou de emoção
A vida então bradou, a morte recuou
Surpreendendo a todos, Lázaro ressuscitou

Quando Mestre chega o lugar é transformado
Velório vira festa, sempre será adiado
Quando o Mestre chega falta cesta e sobra pão
Mas sem o milagre não despende a multidão

O Mestre chegou, o Mestre chegou
Seus passos eu escuto toda igreja se alegrou
O Mestre chegou, o Mestre chegou
Tem cura, tem milagre
Pois o Mestre em nosso meio chegou