Cochichando
Emílio Santiago

Murmurando
Cochichando
Vive sempre
A falar mal
De mim

Sem querer
Perceber
Que afinal
Eu não
Eu não sou
Mal assim

Murmurando
Cochichando
Quem te ouvir
De pensar é capaz
Que o nosso amor
Já não tem calor
E que não somos
Felizes demais

Eu sou teu
E tu eis só minha
Quem nos conhecer
Inveja sentirá
De nosso amor

Porém
Sempre a brigar
E a duvidar
De um bem querer
Transformar
Sempre em aflição
O que só deve
Ser prazer

Por que será
Que eis
Tão má assim
Se o nosso amor
Não pode ter fim

Eu acho bom deixar
Este cochicho
Pois sei
Que é capricho
E que gosta
Só de mim