Faz de Conta
Emílio Santiago

Eu sei que não sou dono da razão
Se não consigo controlar
Nem o meu próprio coração
Não posso lhe pedir para mudar
Nem exigir o que eu não sei conquistar
Não é que eu não sinta paixão
Mas acontece que eu deixei
De acreditar nessa ilusão
Que você chama de amor
E dá pra mim quando convém

Quando não tem mais ninguém


E volta acenando a bandeira da paz
Fazendo promessas que eu não creio mais
Meu bem eu parei com você - pudera
Só vive apostando e não quer pagar
Não arrisca nada só pensa em ganhar
Num jogo de amor que não é vera.

Você vai e eu fico aqui na regra três
Sem saber se você volta
Pros meus braços outra vez
Eu não posso mais ficar na indecisão
O seu amor inconstante
Já cansou meu coração.