Folhas Secas
Emílio Santiago

Quando eu piso em folhas secas
Caídas de uma mangueira
Penso na minha escola
E nos poetas
Da minha estação primeira
Não sei quantas vezes
Subi morro cantando
Sempre o sol me queimando
E assim vou me acabando


Quando o tempo avisar
Que eu não posso
Mais cantar
Sei que vou sentir saudade
Ao lado do meu violão
Da minha mocidade

Quando eu piso em folhas secas
Caídas de uma mangueira
Penso na minha escola
E nos poetas
Da minha estação primeira
Não sei quantas vezes
Subi o morro cantando
Sempre o sol me queimando
E assim o sol me queimando
E assim vou me acbando