Lei do silêncio
Emílio Santiago

Te vejo sempre tão calado, não dá pra entender
Eu puxo conversa querendo saber
Qual é a razão dessa sua atitude
Mas você me olha sem nada a dizer
De cara amarrada isso não é normal
Nem mesmo brigamos pra ficar de mal
Impondo entre a gente a lei do silêncio
Você me castiga e eu nem sei por quê

E quando no meio da noite
Eu acordo assanhado
Querendo um chamego
Te beijo e te abraço
Com tanto desejo e tanta paixâo
Meu sonho de amor se transforma
Em um pesadelo
Você nos meus braços parece de gelo
Se deixando amar sem nenhuma emoção

Amor me diz o que eu fiz
Será que tem prazer
Em me ver infeliz
Meu bem, já chega por favor
Eu não aguento mais
Essa falta de amor