Nêga
Emílio Santiago

Nêga
Segura no pé dessa nêga
E o asfalto precisa do pé dessa nêga
Pra sambar na avenida do seu coração

Nêga
Segura no pé dessa nêga
E o asfalto precisa do pé dessa nêga
Pra sambar na avenida do seu coração

Nêga
Seu gingado me devora
Nêga
Me consome, me apavora
Nêga
Minha ala é o teu sorriso
Nêga
Meu enredo é o teu olhar

Eu vou lhe dar uma sandália bordada
De amor e carinho e fazer do meu pranto
O teu vestido
Depois pedir pra fazer do meu corpo
O seu porta estandarte
Vencer o desfile do amor

Eu vou lhe dar uma sandália bordada
De amor e carinho e fazer do meu pranto
O teu vestido
Depois pedir pra fazer do meu corpo
O seu porta estandarte
Vencer o desfile do amor

Nêga
Segura no pé dessa nêga
E o asfalto precisa do pé dessa nêga
Pra sambar na avenida do seu coração

Nêga
Segura no pé dessa nêga
E o asfalto precisa do pé dessa nêga
Pra sambar na avenida do seu coração

Nêga
Seu gingado me devora
Nêga
Me consome, me apavora
Nêga
Minha ala é o teu sorriso
Nêga
Meu enredo é o teu olhar

Eu vou lhe dar uma sandália bordada
De amor e carinho e fazer do meu pranto
O teu vestido
Depois pedir pra fazer do meu corpo
O seu porta estandarte
Vencer o desfile do amor

Eu vou, eu vou, eu vou, eu
Eu vou lhe dar uma sandália bordada
De amor e carinho e fazer do meu pranto
O teu vestido
Depois pedir pra fazer do meu corpo
O seu porta estandarte
Vencer o desfile do amor

Eu vou, eu vou, eu vou, eu vou
Eu vou lhe dar... é
De amor e carinho e fazer do meu pranto
O teu vestido
Depois pedir pra fazer do meu corpo
O seu porta estandarte
Vencer o desfile do amor
Eu vou, eu vou, eu vou, eu vou...