Amanhecer Dirigindo
Espantalho

Amanhecer dirigindo
Quando eu ando cortando o meio-fio eu sei
Que nunca é tarde pra tentar entender por que
Que a leve brisa corta o campo à noite
E a lua vai descendo ao horizonte
Espero poder não esquecer de fascinar
Chorar na despedida
Remendar um bom coração partido
Mesmo usando agulha e linhas poídas

Polaroids e barulhos distorcidos
Celebrações... amigos reunidos
Fumaças de cigarro e solos dissonantes cortam o ar
Amigos importantes...
Espero poder não esquecer de fascinar
Amar você ainda
Voltar pra casa e te imaginar cantar para eu dormir...

Não significa agora que eu esteja triste
Não é a minha intenção te vender chatice
No pára-brisa a tela de um cinema mudo
A leve brisa bate o rosto
Agora enxergo as nuvens
No alvorecer, dirigindo a nova vida
Celebrações....
Todos os amigos de uma vida
Espero poder não esquecer de fascinar
Amar você ainda