Red
Espantalho

Meus olhos estão tristes
Minha cruz está em chamas
Eu perdi minha fé
Minha ferida se inflama
Meu amor explode em ira,
como a paixão de um suicida
Nem tristezas, nem cocaína
Minha vida em ruínas
Meu revólver está na mesa,
e eu sinto a bala que atravessa a minha cabeça

Meus dias não tiveram feriados
Meus dias como de finados
Meu câncer não foi extirpado
Meus demônios não foram exorcizados
Beijo a tua testa febril como um Judas
E a tua praga mendiga a sua cura
Sua cura, nossa cura