Rosas Roubadas
Espantalho

Eis que fatos falam mais que todos os relatos, vês:
Não há mais dor nos calos!
Doei os teus sapatos e começo a acreditar de vez
Ficaram todos pasmos com teu Deus...
E as portas, já não abro mais,
Se não há dias para ficares mais velho
E as rosas do seu jardim foram roubadas

Da janela dá pra ver as estrelas e aonde está você?
De janela dá pra ver as crianças brincando de se esconder

Há na luz das estrelas o papel dos faróis
Sob a dor da tristeza só restaram os lençóis
Não importa besteiras que dissestes então
Vou cuidar das roseiras, vou cuidar desse chão.