Fora Do Ar
Fábio e Fernando

Tava de porre assistindo casamento
Deu uma chuva de vento
Quando a luz se apagou

E o noivo esperto que não queria casar
Me empurrou pro seu lugar
E pelos fundos ele vazou

Naquele escuro prossegui o casamento
Logo vieram os cumprimentos lá no meio da capela
Tentei falar, mas com a língua enrolada
Ninguém entendia nada
E sem querer casei com ela

E veio o padre com uma vela na mão
Quando vi a assombração
Que eu tinha que encarar
Sarei o fogo e rezei
Pra virgem maria
Pra entrar naquela fria
Só tando fora do ar

Tem que tá fora do ar, ou ou ou
Tem que tá fora do ar