Buchada com Arua / Pisa maneiro / Me bote no colo
Falamansa

Mariazinha quando se casou
Ela me convidou
Prá comer uma buchada
Uma buchada duma cabra velha
Que só tinha pele e era
Das pontas quebrada
Tem óleo e tempero
E tem pimenta de cheiro
Eu vi botar tempero no aruá
Marinhazinha quando se casariô
Ela me convidariô
Prá comer buchariá
Buchariá duma cabra velhiéra
Que só tinha pele e era
Das ponta quebrariá
Tem óleo e tempero
E tem pimenta de cheiro
Eu nunca vi buchada com aruá
Necolino de tranquilino
E neruá de aruá

Pisa no chão, pisa manero
Quem não pode com a formiga
Não assanha formigueiro
Pisa manero, pisa devagar
Pisa de mansinho
Pra num assanhar
Eu vou falar da formiga, formigazinha
Formigueiro na cozinha
Formiga preta não é sararazinha
É uma pequenininha
Morde e queima pra danar
Segura a língua
Num deixa a língua embolar
Todo mundo se levanta
No balanço do ganzá
Olhe o compasso
Menino não se embarace
Responder é muito fácil
Cuidado pra num errar

Menina me pegue me bote no colo (2X)
Não deixe que eu caia com o rosto no solo
Sou pequenininho tamanho de botão
Me prenda menina no seu coração
Não deixe que eu fique na desilusão
Porque sem você tudo é solidão
Menina me pegue me bote no colo (2X)
Não deixe que eu caia com o rosto no solo
Você tem o cheiro da flor da açucena
Herdou a beleza da linda Iracema
Me beije, me abrace, me bote no colo
Não deixe que eu caia com o rosto no solo