Forró do Bole Bole / Proibido Cochilar
Falamansa

Morena quando tú chega com o teu bole bole
No forró eu fico tonto, de juízo mole
Louco enciumado só de tanto ouvir dizer
Gente chega minha nega vai mexer pra gente ver
humm....

E quando para o tocador e tu fica sozinha
No salão se rebolando, nessas tamanquinhas
Fico rouco de gritar só pedindo pra você
Mexe nega no capricho bota os cabra pra roer!

O forró daqui é melhor que o teu
O sanfoneiro é muito melhor
As moreninhas a noite inteira
Na brincadeira levanta pó

É animado, ninguém cochila
Mas chega faz fila pra dançar
É que na entrada tava escrito
É proibido cochilar
Cochilar
Cochilar
É proibido cochilar
Cochilar
Cochilar
Disse que é proibido cochilar
Cochilar
Cochilar lá lá
Saiba que é proibido cochilar

A poeira sobe
O suor desce
A gente vê o sol raiar
O sanfoneiro padece
Mas não pode reclamar
Pois se tá ganhando dinheiro
É bom dinheiro ganhar
Que ele leu na entrada
Que é proibido cochilar
É proibido cochilar
Cochilar
Cochilar
É proibido cochilar
Cochilar
Cochilar
Disse que é proibido cochilar
Cochilar
Cochilar lá lá
Com Falamansa é proibido cochilar
Cochilar
Cochilar