Revestres
Forró Mel com Terra

O meu amor sem teu amor e noite sem luar
E calça sem botão e santo sem altar
E um capucho de algodão rolando pelo ar
Ar sem direção do mar o meu amor sem teu amor não da pra agüentar
Aperta o coração amarga o paladar
E não tem jeito que de jeito nesse dês amar
No mar dessa paixão vou me afogar
Então eu vou de revestres botando a cabeça pelos pés
Pode ser que assim um dia tu também gostes de mim
2x
O meu amor sem teu amor e rosa que muchou castigo sem Perdão
E fogo que apagou e uma cacimba que secou e nada vezes nada
Fazenda sem patrão abandonada
O meu amor sem teu amor
E um pobre coitado aperta o coração bezerro desmamado
E tanta dor tanta ambição
E cego sem badalo vaqueiro que perdeu o seu cavalo
Então eu vou de revestres botando a cabeça pelos pés
Pode ser que assim um dia tu também gostes de mim