Atrás da Verde e Rosa Só Não Vai Quem Já Morreu
Gal Costa

Me leva que eu vou
Sonho meu
Atrás da verde-e-rosa
Só não vai quem já morreu
Bahia é luz
De poeta ao luar
Misticismo de um povo
Salve todos orixás
Quem me mandou
Estrelas de lá
Foi São Salvador
Pra noite brilhar
Mangueira !
Jogando flores pelo mar
Se encantou com a musa
Que a Bahia dá
Obá berimbau ganzá
Ô capoeira
Joga um verso pra iaiá
Caetano e Gil ô
Com a tropicália no olhar
Doces Bárbaros ensinando
A brisa a bailar
A meiguice de uma voz
Uma canção
No Teatro Opinião
Bethânia explode coração
Domingo no parque amor
Alegria, alegria eu vou
A flor na festa do interior
Seu nome é Gal
Aplausos ao cancioneiro
É carnaval, é Rio de Janeiro
Me leva que eu vou
Sonho meu
Atrás da verde-e-rosa
Só não vai quem já morreu.