Filosofia Pura
Gal Costa

Quanto mais a gente ensina
Mais aprende o que ensinou
Ê á, ê ô
Ê á, ê ô
E o desejo da menina
Quando o seu corpo fulmina
Acende o fogo do amor
Ê á, ê ô
Ê á, ê ô
E a sensação divina
De dominar quem domina
É que cura qualquer dor
Ê á, ê ô
Ê á, ê ô
Pois trocar vida com vida
É somar na dividida
Multiplicando o amor
Pra que o sonho dessa gente
Não seja mais afluente
Do medo em que desaguou
Ê á, ê ô
Ê á, ê ô
Ê á, ê ô
Ê á, ê ô